Banif Financial Group Logo

 

Caixa Nacional de Pensões (CNP) - Instruções de Utilização do link



Para simular a pensão da Segurança Social (CNP) poderá utilizar o simulador disponibilizado, quer através da área geral, quer através da área reservada do site da Segurança Social.

A simulação da pensão da Segurança Social (CNP) através da área geral - Caixa Nacional de Pensões (CNP) – Sem Segurança Social Directa - obriga a inserir um conjunto de dados, incluindo a carreira contributiva. No caso de não existir ou não ser conhecido todo o histórico da carreira contributiva, poderão apenas ser inseridas as remunerações conhecidas, sendo as restantes obtidas por projecção de acordo com os pressupostos indicados no simulador.

A simulação da pensão da Segurança Social (CNP) através da área reservada - Caixa Nacional de Pensões (CNP) – Com Segurança Social Directa – pressupõe a obtenção prévia de acesso (ID e Palavra-chave) disponibilizado pela Segurança Social, serviço que pode ser subscrito no mesmo site. Nesta opção não é necessário inserir as remunerações anuais de toda a carreira contributiva, podendo, ainda, ser confirmados todos os dados pessoais e remunerações registadas.

 

Caixa Nacional de Pensões (CNP) – Sem Segurança Social Direta

  

Para simular a reforma a partir do simulador disponível na área geral no site da Caixa Nacional de Pensões, clicar na opção Caixa Nacional de Pensões (CNP) – Sem Segurança Social Direta ou aceder a www.seg-social.pt e clicar no menu ‘Simulações’, depois no menu ‘Pensões’ e, finalmente, no menu ‘Simulação de cálculo de pensões de invalidez ou velhice’.

No site é feita a advertência para a utilização do simulador, que funciona apenas em Microsoft Internet Explorer 5.0 ou posterior e que requer ainda que esteja instalada a Máquina Virtual JAVA, sem a qual não funcionará.

O Ecrã do simulador que deverá surgir é o abaixo indicado:

  

Em Dados Gerais indicar o tipo de reforma, a data inicio de pensão, a data de nascimento, o total de anos com contribuições, o eventual enquadramento numa das situações especiais indicadas e o eventual recebimento de outra(s) pensão(ões). De acordo com os dados informados, poderá surgir ainda um pedido para declinar o total de contribuições até 31-12-2001, até 31-12-2006, até aos 55 anos de idade e o total de meses de bonificação.

A seguir, ao clicar em Remunerações Anuais, para informar o histórico das remunerações auferidas durante a carreira contributiva, surgirá o ecrã abaixo:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E cada linha deve ser introduzido o ano e o valor total anual das remunerações (valor nominal) de todos os anos com entrada de contribuições (até um máximo de 60 anos).

O Ano é visualizado sequencialmente por ordem decrescente. Para indicar um ano diferente do visualizado, este deve ser substituído e preenchido com 4 dígitos.

 

O valor das ‘Remunerações Anuais’ (Valor Nominal), pode ser informado em euros ou escudos, em função da opção escolhida, sendo possível indicar (i) algumas remunerações anuais em euros e outras em escudos, efectuando a respectiva selecção ano a ano, (ii) todos os anos em euros, mantendo a opção que aparece pré-seleccionada ou (iii) todos os anos em escudos, clicando no botão $. A opção em euros aparece pré-seleccionada. Em euros poderão ser indicados valores inteiros ou com, no máximo, duas casas decimais, separando a parte inteira da decimal por um ponto ou uma vírgula. Em escudos só poderão ser indicados valores inteiros. Independentemente da opção escolhida, ao ser efectuado o cálculo, todos os valores são convertidos para euros, com duas casas decimais.

 

Neste ecrã é obrigatório o preenchimento de pelo menos uma remuneração anual, mas o preenchimento de todo o conjunto de anos é facultativo. Deverão ser preenchidos todos os anos com remunerações, de forma a obter um valor da pensão a receber, o mais fidedigno possível. O DL-187/2007 estabelece regras diferentes de cálculo para beneficiários inscritos antes (artigo 33.º) ou depois (artigo 32.º) de 1 de Janeiro de 2002. Se não for preenchida pelo menos uma remuneração anual anterior a 2002, nos termos do DL 187/2007, será efectuado o cálculo aplicável aos beneficiários inscritos a partir de 01/01/2002. Se, relativamente a anos anteriores a 1983, não forem informadas as respectivas remunerações anuais, o cálculo é efectuado recorrendo às remunerações convencionais mensais estabelecidas pela Portaria n.º 56/94, de 11 de Março. Ao ser efectuado o cálculo, será aplicado, automaticamente, o coeficiente de revalorização (Coef. Rev.) e calculado o respectivo valor revalorizado (Valor Rev.).

No ecrã Dados para Projecção todos os campos vêm preenchidos, podendo os pressupostos ser alterados:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

O preenchimento das remunerações é efectuado de forma automática se tiverem sido indicadas remunerações no formulário das "Remunerações Anuais". Neste caso, o valor base é preenchido com o valor nominal do ano mais recente das remunerações anuais (por isso, se o ano mais recente estiver incompleto, deve ser informada a remuneração anual de todo o ano para efeitos da projecção). O valor nominal dos anos seguintes é calculado de forma automática a partir desse valor e da ‘taxa de crescimento das remunerações’ que estiver indicada.

Para além das remunerações expectáveis, neste formulário também são indicados os valores a aplicar na actualização dos outros parâmetros que são utilizados no cálculo da pensão:

·       Taxa anual de inflação, a aplicar na actualização dos indicadores actuais relativos à tabela de revalorização das remunerações, Indexante de Apoios Sociais e Pensão Mínima do Regime Geral;

·       Esperança Média de Vida aos 65 anos expectável no ano anterior à data de início da pensão, a aplicar no cálculo do Factor de Sustentabilidade.

À semelhança das remunerações expectáveis, também os valores que aparecem automaticamente preenchidos são meramente indicativos e podem ser substituídos por outros.

Após o preenchimento de todos os campos, a simulação será efectuada clicando em Quanto e  Quando.

A opção Quanto permite determinar o valor da pensão na data indicada, depois de serem preenchidos os campos referenciados como sendo de preenchimento obrigatório, a data de início da pensão e, pelo menos, um ano de remunerações anuais.

A opção  Quando permite determinar a data de reforma por velhice, sem redução, com base nos campos preenchidos em Dados Gerais.

Os resultados obtidos são apresentados na zona em branco abaixo dos formulários de dados, sendo indicados os seguintes valores (em euros):

·       Remuneração de Referência (RR)

·       Cálculo da Pensão Estatutária

·       Pensão a atribuir

 

Para se obter o detalhe da forma de calculo de cada item acima, clicar em  Ajuda .

 

 

O valor que indicar no simulador da Banif Açor Pensões no campo ‘Valor esperado da Pensão da Segurança Social à data da Reforma’ é o indicado no final da simulação ‘Pensão a atribuir’.

 

No caso de não conseguir utilizar qualquer um dos simuladores, bastará fornecer os seus dados de identificação e clicar em ‘Pedido de Contacto’ para que a Banif Açor Pensões entre em contacto consigo e lhe preste todos os esclarecimentos ou ajuda de que precisar.

 

 

 

 

Caixa Nacional de Pensões (CNP) – Com Segurança Social Direta

  

Para simular a reforma a partir do simulador disponível na área reservada do site da Segurança Social Direta deve aceder a www.seg-social.pt e na parte superior da página clicar na opção Segurança Social Direta.

No site é feita a advertência para a utilização do simulador, que funciona apenas em Microsoft Internet Explorer 5.0 ou posterior e que requer ainda que esteja instalada a Máquina Virtual JAVA, sem a qual não funcionará.

Deverá assim surgir o ecrã abaixo:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

De acordo com a situação: 

1 -   Beneficiário da Segurança Social com acesso (Palavra-chave) já disponibilizado, indicar no campo NISS o Nº de Segurança Social e no campo palavra-chave a ‘palavra-chave’ remetida pela Segurança Social; 

2 -   Beneficiário da Segurança Social, com cartão de cidadão e com acesso disponibilizado, (a) Ligar o leitor de cartões e verificar que o software está correctamente instalado; (b) Inserir o cartão no leitor; (c) Clicar no botão para aceder; (d) Introduzir o PIN de autenticação e (e) Entrar na área reservada da Segurança Social Direta.

3 -   Beneficiário da Segurança Social, sem cartão de Cidadão e sem acesso a este serviço, efectuar o registo tal como abaixo indicado. 

Para obter o acesso à Segurança Social Direta deverá – na página da Segurança Social Direta, no canto inferior esquerdo (ver ecrã acima) – clicar na opção “Efectuar Registo”. Será direccionado para a página “Registo no Serviço” (ver ecrã abaixo), devendo preencher os dados indicados. Note-se que o acesso à sua área reservada não é imediato, sendo a palavra-chave remetida para a morada registada na Segurança Social.

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

Se o seu NISS ainda não tem 11 algarismos, terá que obter primeiro o NISS correcto em www.seg-social.pt, no menu Sou Cidadão, Número de Identificação de Segurança Social.

Ao aceder à Segurança Social Direta, através de NISS e palavra-chave próprios, são visualizados 5 menus: “Pagamentos e Recebimentos”; “Pedidos”; “Envios e Comunicações”; Simulações” e “Dados de Identificação”.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

Devem confirmar-se sempre os dados pessoais, através do menu “Dados de Identificação”, e a carreira contributiva, através do menu “Pagamentos e Recebimentos”, clicando-se na opção “Remunerações Anuais Declaradas pela Entidade Empregadora”. É importante verificar todos os dados registados.

 

O acesso ao simulador é efectuado através do menu “Simulações”, clicando, posteriormente, em ”Pensões”.

 

 

Poderá, assim, dar início à simulação da pensão, ao clicar no menu “Iniciar Simulação”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

Em Dados Gerais vem, por defeito, preenchido o motivo de reforma (podendo ser alterado) e a data de nascimento. De acordo com os dados informados, poderá surgir ainda um pedido para declinar o total de contribuições até 31-12-2001, até 31-12-2006, até aos 55 anos de idade e o total de meses de bonificação.

Em remunerações anuais vem, por defeito, preenchido todo o histórico de remunerações registadas na Segurança Social, o qual deverá ser confirmado.

No ecrã Dados para Projecção todos os campos vêm preenchidos, podendo os pressupostos ser alterados.

Após o preenchimento de todos os campos, a simulação será efectuada clicando em Quanto e em   Quando.

A opção Quanto permite determinar o valor da pensão na data indicada, depois de serem preenchidos os campos referenciados como sendo de preenchimento obrigatório, a data de início da pensão e, pelo menos, um ano de remunerações anuais.

A opção  Quando permite determinar a data de reforma por velhice, sem redução, com base nos campos preenchidos em Dados Gerais.

Os resultados obtidos são apresentados na zona em branco abaixo dos formulários de dados, sendo indicados os seguintes valores (em euros):

·       Remuneração de Referência (RR)

·       Cálculo da Pensão Estatutária

·       Pensão a atribuir

 

Para se obter o detalhe da forma de calculo de cada item acima, clicar em   Ajuda.

 

 

O valor que indicar no simulador da Banif Açor Pensões no campo ‘Valor esperado da Pensão da Segurança Social à data da Reforma’ é o indicado no final da simulação ‘Pensão a atribuir’.

 

No caso de não conseguir utilizar qualquer um dos simuladores, bastará fornecer os seus dados de identificação e clicar em ‘Pedido de Contacto’ para que a Banif Açor Pensões entre em contacto consigo e lhe preste todos os esclarecimentos ou ajuda de que precisar.